Producao industrial recua 0,8% em janeiro ante dezembro, aponta IBGE

Em relação a janeiro de 2018, a produção industrial apresentou queda de 2,6%.

A produção industrial caiu 0,8% em janeiro de 2019 ante dezembro de 2018, na série com ajuste sazonal, divulgou nesta quarta-feira, 13, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em relação a janeiro de 2018, a produção caiu 2,6%e no acumulado em 12 meses, a indústria avançou 0,5%.

PIB Industria
Produção industrial recuou 0,8% em janeiro, aponta o IBGE. Foto: Werther Santana/Estadão

Segundo o gerente da pesquisa do IBGE, Andre Macedo, o resultado indica uma redução na intensidade de crescimento. “É uma produção industrial em ritmo abaixo da que encerrou 2018. No acumulado dos últimos 12 meses, ainda estamos no positivo, mas ele vem reduzindo a intensidade dessa expansão. Em julho de 2018, esse crescimento era de 3,4%. Ou seja, até nesse indicador, que está no campo positivo, vemos uma redução da intensidade do crescimento”.

O resultado veio dentro das expectativas dos analistas ouvidos pelo Projeções Broadcast, que esperavam um resultado entre uma queda de 1,00% e alta de 0,70%, porém a queda foi mais acentuada que a esperada pelos especialistas, que era de 0,27%. Na comparação anual, sem ajuste, as estimativas variavam de um recuo entre 3,76% e 0,10%, com mediana negativa de 1,60%.

Bens de capital

A produção da indústria de bens de capital teve queda de 3,0% em janeiro de 2019 ante dezembro de 2018, informou o IBGE. Na comparação com janeiro de 2018, o indicador mostrou recuo de 7,7%. Os dados fazem parte da Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física (PIM-PF).

Segundo Macedo, o resultado está relacionado a baixa produção de caminhões e bens agrícolas. “A queda nos Bens de Capital de dezembro para janeiro está relacionada à baixa na produção de caminhões, bens de produção agrícola e máquinas e equipamentos industriais. Em relação a janeiro, Bens de Capital e Bens de Consumo Duráveis são os grupos que mostram maior perda, com acréscimo dos automóveis e eletrodomésticos da linha marrom”, lembra Macedo. 

No ano, houve redução de 7,7% na produção de bens de capital. No acumulado em 12 meses, a taxa ficou positiva em 5,5%.

Em relação aos bens de consumo, a pesquisa registrou redução de 0,3% na passagem de dezembro para janeiro. Na comparação com janeiro de 2018, houve queda de 3,4%. No ano, a produção de bens de consumo caiu 3,4%. No acumulado em 12 meses, o avanço foi de 0,8%.

Na categoria de bens de consumo duráveis, o mês de janeiro foi de avanço de 0,5% ante dezembro. Em relação a janeiro de 2018, houve redução de 5,5%. Entre os semiduráveis e os não duráveis, houve queda de 0,4% na produção em janeiro ante dezembro. Na comparação com janeiro do ano passado a produção diminuiu 2,9%.

Para os bens intermediários, o IBGE informou que a produção recuou 0,1% em janeiro ante dezembro. Em relação a janeiro do ano passado, houve uma retração de 1,3%. No ano, os bens intermediários tiveram redução de 1,3%. Em 12 meses, houve diminuição de 0,1% na produção. O índice de Média Móvel Trimestral da indústria teve queda de 0,2% em janeiro. 

FONTE Economia Estadao